S de Sânscrito

Atualizado: 13 de Jul de 2020

“O sânscrito ou língua sânscrita (संस्कृत [sə̃skɹ̩t̪əm]; transcrito saṃskṛtam em IAST) é uma língua ancestral do Nepal e da Índia. Embora seja uma língua morta, o sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia, porque tem importante uso litúrgico no hinduísmo, budismo e jainismo.” Wikipedia


Geralmente, quando começamos a praticar Yoga entramos em contato com diversos termos em sânscrito, chegando ao ponto de nos familiarizarmos com algumas palavras. Diz-se que o sânscrito é uma linguagem para expressar o que transcende as palavras, ou seja, uma palavra pode corresponder a uma ideia mais complexa. Neste contexto, temos palavras como “karma” e “mantra” que já são conhecidas e utilizadas em muitos meios, mesmo aqueles que não estão inseridos no Yoga ou estudos budistas. Na Índia, o sânscrito é tido como a língua do Yoga, dos sábios, dos deuses, e muitos estudiosos dizem, inclusive, que é a linguagem mãe de todas as outras línguas.

“O sânscrito é a língua da Índia antiga, da filosofia védica e de sua civilização. Trata-se de uma língua perfeita, que também invoca a vibração espiritual da qual fala. É uma língua refinada, mas também absolutamente autoprotetora na maneira como faz para manter o significado original que apresenta, contanto que a pessoa compreenda devidamente a gramática e a sintaxe sânscritas. Em outras palavras, quando traduz de acordo com as regras da língua sânscrita, você não pode levar a interpretação muito além de sua intenção primária sem abandonar todas as regras de sânscrito.” (Sri Nandanandana Dasa)

Além de sua utilidade na comunicação, a língua sânscrita é também um importante veículo de cultura. Apesar de normalmente ser definida como uma “língua morta”, ela é ainda muito utilizada na Índia, tem cerca de 5 mil anos e já passou por diversas transformações ao longo do tempo.

Toda a civilização da Índia reflete-se na língua sânscrita, sendo utilizada desde os antigos hinos do Rig-Veda (livro mais antigo da literatura indiana), esta linguagem era utilizada por pessoas de castas mais altas e de elevado grau de instrução e vem, desde então, passando por inúmeras transformações como extinção de modos e tempos, o que nos mostra o quanto esta língua ainda está viva. Está tão viva que ainda há muitos estudiosos se aprofundando em sânscrito. E para melhor compreensão de alguns termos utilizados na prática de Yoga, teremos aqui no site um glossário com a tradução de algumas palavras.


लोकह् समस्तह्सुखिनोभवन्तु

Lokah samasta sukhino bhavantu


“Que todos os seres, em todos os lugares, sejam felizes e livres, e que os meus pensamentos, palavras e ações possam contribuir de alguma forma para a felicidade e a liberdade de todos.”



35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo